Sábado, 30 de Agosto de 2008

Uma Luz...

 

 

A vida é um tunel alguns conseguem sair e outros ficam pelo caminho...

Um tunel que para mim foi outrora frio, húmido, escuro, sem saída, onde muitas vezes recuei na caminhada, na luta pela saída, perdi a esperança, um dia seguia em frente mx vários recuava ou simplesmente parava...

Mas derepente vi um luz ao longe, muito longe...

Luz pequena quase esquiva mas irradiava esperança e força...

As lágrimas que dantes derramei, as pessoas que me quiseram deitar abaixo e principalmente as outras que sempre la tiveram comigo tornaram-me forte com mais determinação, ainda com mais força de seguir em frente até a luz se tornar cada vez maior, cada vez mais forte até so haver luz...

Até lá posso perder alguma força pelo caminho mas nunca toda a força, posso novamente cair, chorar, parar por um pouco mas nao por muito tempo e muito menus recuar isso nunca...

 

Continuarei a caminhar durante o tempo que for preciso até encontrar a saída....

 

Blueye: bem

blueye às 00:42
| Comenta | ver comentários (1)
|
Quarta-feira, 20 de Agosto de 2008

Á tua espera

Sinto que algu vai explodir mas nao sei o quê, sinto uma dor enorme a preenxerme o coração, quero lutar para viver mas nao consigo. as forças enfraquecem, a dor aumenta, o ar acaba...

as lágrimas caiem mas desta vez de dor, de sangue...

cada lágrima trespassa a dor que sinto mas conforme esta cai a dor aumenta cada vez mais ao pontu de nao m sentir mais eu mas de ser levada pelo tempo, me sentir morrer mas a morte nao me leva prefere que eu continue a sofrer, que continua a morrer por dentro aos poucos apoderando-se do meu corpo até nada mais de mim, nada mais do meu coração restar... ficar inerte so mesmo a respirar sem sentimentos,,, sem nada... simplesmente a espera do dia em que esta dor acabará...


blueye às 01:49
| Comenta
|
Quarta-feira, 13 de Agosto de 2008

...

 

Eu sei que o amor e as represas sao iguais: se se deixa uma brecha por onde um fio de agua se possa meter, aos poucos ele vai rebentando as paredes e chega um momento em que ninguem consegue mais controlar a forxa da natureza.

 

 

in Paulo Coelho


blueye às 14:24
| Comenta
|

Crises Existênciais

  

Nas minhas crises existenciais
Sinto medo de olhar para frente
De ficar perto de gente
Minhas pernas não querem
Andar na direção do futuro
Não existe futuro, apenas o vazio
Eu rio para não chorar
 
Nas minhas crises existenciais
Perco a vontade de pular da cama
De amar quem me ama
Meu coração não contenta
Torna-se pedra de tão duro
Só quero solidão, um suspiro tardio
Eu choro para não dormir
 
Nas minhas crises existenciais
Não vejo nada no meu caminho
Sou um estranho no ninho
Meus pensamentos escurecem
Não há luz, somente um muro
Que me separa da realidade, vida vil

Eu durmo para não morrer


blueye às 14:10
| Comenta
|
Domingo, 10 de Agosto de 2008

Acordei...

 

Acordei estava escuro, calor e a janela fechada... Levantei-me descalça, atravessei o meu quarto abri a porta e saí... o chão estava friu, de uma certa maneira sabia bem, sentir o friu entrar-me pela pele, subir pelas pernas, chegar ao coração e arrecê-lo para mais tarde chegar a cabeça e apuderar-se de mim totalmente...

Algo me impelia os movimentos. Não era mais eu mas alguma coisa me levava...

Cheguei a porta da rua, abria, saí descalça, sem me preocupar com as pedras ou vidros que poderiam existir.

Senti a terra nos meus pés. Fiquei imóvel, de camisa de dormir e descalça, para o longinquo que não se vê... Algum tempo passou, alguns minutos, não sei... De repente as forças falharam... As pernas antes imóveis agora caíram sobre a terra fria... Joelhos se feriram... Sangue apareceu...

O amanhacer começou a debrouchar ao mesmo tempo que uma lágrima salgada roulou e caíu sobre a terra...

As costas caíram...

Ali fiquei caída sobre a terra, sem ninguém, amanhacer a revelar-se e eu aos poucos a desfalecer... Lagrimas de um coração friu que teima em não aquecer para não se magoar prefere morrer...


blueye às 20:21
| Comenta
|
Segunda-feira, 4 de Agosto de 2008

Dor

"Deixa toda essa dor dentro de ti morrer!!!"

Mas como??

Estou presa e não m consigo libertar....

 

 

 


blueye às 14:41
| Comenta
|

Afinal o que é um louco?

 

"Um poderoso feiticeiro, querendo destruir um reino, deitou uma poção mágica no poço onde todos os seus habitantes bebiam. quem bebessse aquela agua ficaria louco.
Na manhã seguinte, a população inteira bebeu, e todos elouqueceram, menos o rei - que tinha um poço so para si e para a sua familia, onde o feiticeiro não conseguia entrar.
Preocupado, ele tentou controlar a população com uma série de medidas de segurança e saúde pública: mas os polícias e inspectores tinham bebeido a água envenenada, e acharam um absurdo as decisões do rei, resolvendo não as respeitar de modo nenhum.
Quando os habitantes dakele reino tiveram conhecimento dos decretos, ficaram convencidos de que o soberano enlouquecera, e agora escrevia coisas sem sentido. Aos gritos, foram até ao castelo e exigiram que renunciasse o trono.
Desesperado, o rei prontificou-se a deixar o trono, mas a rainha impediu-o, dizendo: "Vamos agora até à fonte, e beberemos também. Assim ficaremos iguais a eles."
E assim foi feito: o rei e a rainha beberam a água da loucura, e começaram imediatamente a dizer coisas sem sentido. Na mesma hora, os seus súbditos arrependeram-se: agora que o rei mostrava grande sabedoria, porque não deixá-lo governar o país?
O país continuou em paz, embora ou seus habitantes se comportássem de maneira muito diferente da dos seus vizinhos. E o rei pôde governar até ao final dos seus dias.

 

 

 

 

 

Esta história serve para explicar que o mundo é exatamente da maneira que o vemos.
Todos achavam que o rei era louco, porque ele queria impor uma ordem que já não existia na mente dos seus súbditos.
Entretanto, há coisas na vida que, não importa de que lado as observemos, continuam sempre as mesmas e valem para toda a gente. Como o Amor, por exemplo...

 


blueye às 14:36
| Comenta
|

Custa muito????

 

 

 

 

 

 

Só quero ser feliz..... Será k custa muito a vida me fazer a vontade?? É tão dificil assim??

SÓ QUERO SER FELIZ!!!

 

 

Blueye: em baixo

blueye às 00:19
| Comenta | ver comentários (1)
|
Domingo, 3 de Agosto de 2008

Cada vez mais dificil...

Cada vez está a ser mais dificil viver... mais dificil lutar....

As forças que outrora tivera estão-se a esgotar e sem mais lugar onde as reabastecer...

O mundo é uma prisão onde so os mais fortes vencem... a todo o custo ia vencendo uns dias melhor outros pior... mas as forças começam a escassear... cada vez mais...

Os outros nessa prisão tentam-nos derrubar para sairem eles vencedores, os que não sabem vencer honestamente... eu posso nao chegar ao fim viva mas morro com dignidade...

até lá tento me levantar todos os dias e lutar....

 

já posso tar morta e so falta o golpe final para ficar no caminho mas enquanto esse golpe nao me trespassar... vou correr o risco para me sentir viva.... para embora estar a morrer por dentro conseguir viver os dias que me restam...

 

Blueye: sem rumo, a desistir

blueye às 20:08
| Comenta | ver comentários (2)
|

...

 

 

 

 

Hoje voltaxte a entrar nox meux penxamentux... tentei nao t deixar entrar mas foi maix forte que eu... vivite em penxamento... por unx mumentox... max antex k deitaxe uma lagrima, e tar pertu dixu, expulxeite ota vex... dexta vex xem retornu nunka... nao irax voltar a invadirme nem ox penxamentux e mt menux o kuraxao... hj tumei kuragem pa faxer uma koixa que nao konxeguia faxer a mt... apagueite de tudo em mim...

Akelax lagrimax foram ax ultimax... levantei a kabexa e xigu... xem ti.... xoxinha....

mx para xer felix... poix nao prexixu de ti para ixu....

paxadu apagadu para toda a eternidade e x kixer voltar a entrar nao irá konxeguir poix nao vou deixar...

 

 

Blueye:

blueye às 00:42
| Comenta
|

mais sobre mim...


ver perfil

seguir perfil

. 11 seguidores

pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

meus últimos posts

Deixa-me ir...

O Sonho de uma noite de V...

Sensações

....

Á procura...

Um pouco de Blueye...

Meu Sonhador...

Outra vez....

A dor Voltou...

Um ano...

arquivos

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

subscrever feeds