Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

Morte

 

A morte,
Que tanto desejo...
Morte,
Que tantos receiam...
Palavra temida,
Desejada...
Formada por ódio por ódio,
Receio,
Arrependimento,
Tristeza, e amor.
Por quê amor?
Acredita mesmo que o mundo é rosa e todos somos felizes?
Como és tolo.

Existem demônios,
Existem anjos,
E, existem humanos.
Não sei qual temer.
Demônios com sua malícia,
Anjos com sua pureza, ou
Humanos com seu "poder".

Temo a mim mesma.
Tenho malícia,
Tenho pureza,
Tenho poder.
Poder de controlar aqueles que vivem em minha volta,
e fazer o mundo parar, e girar em minha volta.

Mas, anseio a morte.
A escuridão me dominou,mas.
Palavras são apenas palavras.
Elas não têm poder,
Não para mim.
Quero ação, não discursos, sem fins.

Quero ver sangue jorrar,
E cabeças a rolar.
Meu espírito anseia por companhia.
Solitário e entorpecido.
Desmaia sobre a água.
Pede por socorro.
Atendo rapidamente com as mãos sujas de amor.
Recém nascido.
Mas, afogueia, a vida é traiçoeira.
Meu espírito morreu.
Mas, e o teu?
Não agüento mais,
Talvez seja amanhã,ou semana que vem.
Talvez não.
Mas, um dia a morte chegará
Então,para que lutar?
Se todos vamos morrer.
Todos querem vencer, tornar-se poderosos,
todos vão para mesma porra de lugar!
Um dia, todos morreremos, então para que esperar?


blueye às 15:24
| Comenta
|

mais sobre mim...

pesquisar

 

meus últimos posts

Deixa-me ir...

O Sonho de uma noite de V...

Sensações

....

Á procura...

Um pouco de Blueye...

Meu Sonhador...

Outra vez....

A dor Voltou...

Um ano...

arquivos

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds