Domingo, 10 de Agosto de 2008

Acordei...

 

Acordei estava escuro, calor e a janela fechada... Levantei-me descalça, atravessei o meu quarto abri a porta e saí... o chão estava friu, de uma certa maneira sabia bem, sentir o friu entrar-me pela pele, subir pelas pernas, chegar ao coração e arrecê-lo para mais tarde chegar a cabeça e apuderar-se de mim totalmente...

Algo me impelia os movimentos. Não era mais eu mas alguma coisa me levava...

Cheguei a porta da rua, abria, saí descalça, sem me preocupar com as pedras ou vidros que poderiam existir.

Senti a terra nos meus pés. Fiquei imóvel, de camisa de dormir e descalça, para o longinquo que não se vê... Algum tempo passou, alguns minutos, não sei... De repente as forças falharam... As pernas antes imóveis agora caíram sobre a terra fria... Joelhos se feriram... Sangue apareceu...

O amanhacer começou a debrouchar ao mesmo tempo que uma lágrima salgada roulou e caíu sobre a terra...

As costas caíram...

Ali fiquei caída sobre a terra, sem ninguém, amanhacer a revelar-se e eu aos poucos a desfalecer... Lagrimas de um coração friu que teima em não aquecer para não se magoar prefere morrer...


blueye às 20:21
| Comenta
|

mais sobre mim...


ver perfil

seguir perfil

. 11 seguidores

pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

meus últimos posts

Deixa-me ir...

O Sonho de uma noite de V...

Sensações

....

Á procura...

Um pouco de Blueye...

Meu Sonhador...

Outra vez....

A dor Voltou...

Um ano...

arquivos

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

subscrever feeds