Quinta-feira, 4 de Dezembro de 2008

uma noite de chuva...

 

 

 

 

noite... chuva... pressa....
mais uma vez ela vai com pressa... sem poder esperar.... sem poder olhar... sem poder pensar...
um pé avança... o outro irá logo a atrás...
mais uma vez arrisca.. tem tempo...
avança... vem um carro na sua direcção, ela olha e ignora continua a andar devagar pois sabe que tem tempo.. nao é a primeira vez...

consegue passar... quando o carro a cruza ela já está fora do seu alcance mesmo que tenha sido por um ou dois segundos...

mas desta vez ela não contava com outra supresa nao contava com outro carro do sentido contrário... desta vez não tinha avaliado as hipóteses todas...

ela não pode fazer nada se para o carro que acabara de passar torna-se um perigo pois nao cabe no meio dos dois...
está confiante e avança... vêm-lhe a cabeça outra vez "tenho tempo"...

quando já estava a meio da frente do carro ela repara que nao tem tempo de avançar nem de recuar... como que por uma força anormal pára como que desistindo... olha para as luzes do carro, para o parachoques, mas nao avança....


como sempre ela tem sorte o carro pára mesmo aos pés dela...

aí avança e segue o seu caminho.... até a próxima vez...

 

 

By Blueye

Blueye: sei la

blueye às 23:56
| Comenta
|
7 comentários:
De Italo R medeiros a 5 de Dezembro de 2008 às 00:55
gostei...
é uma coisa que sempre gostei...
esse texto faz uma coisa linda, seu entendimento se faz não como as palavras, mas sim com seus sentimentos...

é isso parabéns mais uma vez!!!




De blueye a 5 de Dezembro de 2008 às 19:57
bigada....
pois como ja te disse so escrevo quando o que esta ca dentro quer sair.... é a maneira de sair alguma coisa de jeito...


De Anónimo a 6 de Dezembro de 2008 às 02:03
Assim mais vc viu o meu ?
sua opinião é importante!!

você tem facilidade para escrever é só o momento certo!!!


De blueye a 6 de Dezembro de 2008 às 20:56
oh tu mandaste est comntário em anónimo é um pouco dificil responder a esta pergunta porque em anonimo nao sei...

bjo


De Italo R medeiros a 7 de Dezembro de 2008 às 02:36
Me perdoy por isso, não prestei atenção esse detalhe de suma importância, sou eu Ítalo R. M.

Abraço


De blueye a 7 de Dezembro de 2008 às 14:58
tudo bem... nao faz mal mas pa adivinhar é um cadinho komplikado...
ah e ja vi o teu gostei muito principalmente d ultimo post...
mas o teu é uma beca esquisito pa mandar coments nao m entendo muito bem mas pronto...
escreves muito bem acho que tens mais inspiração que eu...

beijo


De Italo R medeiros a 7 de Dezembro de 2008 às 17:23
Eu tinha muito mais no passado, mas agora estou sem uma gota de expiração(inspiração) por isso que não tenho postado regulamente...

Só estou fazendo sonetos agora, mas acho que não são bons por isso só coloquei aquele...

Ah o coment... é diferente mesmo. Quase não aprendo mandar esse seu jeito...

mais brigado...

beijo...


Comentar post

mais sobre mim...

pesquisar

 

meus últimos posts

Deixa-me ir...

O Sonho de uma noite de V...

Sensações

....

Á procura...

Um pouco de Blueye...

Meu Sonhador...

Outra vez....

A dor Voltou...

Um ano...

arquivos

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds