Terça-feira, 13 de Julho de 2010

Sensações

 

Cercam nossa vida por todo o lado...

O respirar...

O toque...

O medo...

O proteger...

O pânico...

A liberdade...

A dor....

O vento...

Envolvem-se em tudo, despertam sentimentos, outras sensações que nos fazem lutar ou simplesmente parar e reflectir em como avançar...

Sensações que amamos!

Sensações que odiamos mas que aprendemos a viver com elas.

O sabor do vento...

o inebriante aroma a menta que nos liberta a alma...

Viajamos ao seu sabor, ao seu cheiro, vivemos outros tempos, melhores ou piores mas por momentos somos quem sonhamos.

O aroma a chocolate quente no inverno nos trespassa e sentimo-nos em casa, protegidos!

Por momentos estamos com quem queremos sentimos o seu cheiro, o seu toque, o seu olhar que nos prenche por dentro, que expoe a nudez do coração, o sangue que corre em nós, a sua cor e ali não somos mais quem queremos ser mas somos a nossa pureza...

Não se esconde não vale a pena... vamos de encontro do que mais queremos, do que sentimentos sem medos, sentimos-nos protegidos!

Queremos estar ali e estamos! Aquele aroma kente, sabor ácido, toque afável, liberdade infinita, tempo que pára, abraço inesplicável de sensações irreais, mágicas mas permanetes...

Sensações que nos invadem , nos arrepiam, nos fazem gritar de loucura, de desejo, de insensatez mas lucidez e nos acalentam...

Sensações, desejos que nos fazem viver, que nos ensinam... o fechar de olhos, o descobrir, o ver sem enxergar, o sentir de nós próprios, sentir os outros, fazer da ilusão o nosso próximo passo, o próximo toque, o próximo afágo, o próximo sentir, a próxima sedução...

 

By Blueye


blueye às 20:46
| Comenta | ver comentários (3)
|
Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

Morte

 

A morte,
Que tanto desejo...
Morte,
Que tantos receiam...
Palavra temida,
Desejada...
Formada por ódio por ódio,
Receio,
Arrependimento,
Tristeza, e amor.
Por quê amor?
Acredita mesmo que o mundo é rosa e todos somos felizes?
Como és tolo.

Existem demônios,
Existem anjos,
E, existem humanos.
Não sei qual temer.
Demônios com sua malícia,
Anjos com sua pureza, ou
Humanos com seu "poder".

Temo a mim mesma.
Tenho malícia,
Tenho pureza,
Tenho poder.
Poder de controlar aqueles que vivem em minha volta,
e fazer o mundo parar, e girar em minha volta.

Mas, anseio a morte.
A escuridão me dominou,mas.
Palavras são apenas palavras.
Elas não têm poder,
Não para mim.
Quero ação, não discursos, sem fins.

Quero ver sangue jorrar,
E cabeças a rolar.
Meu espírito anseia por companhia.
Solitário e entorpecido.
Desmaia sobre a água.
Pede por socorro.
Atendo rapidamente com as mãos sujas de amor.
Recém nascido.
Mas, afogueia, a vida é traiçoeira.
Meu espírito morreu.
Mas, e o teu?
Não agüento mais,
Talvez seja amanhã,ou semana que vem.
Talvez não.
Mas, um dia a morte chegará
Então,para que lutar?
Se todos vamos morrer.
Todos querem vencer, tornar-se poderosos,
todos vão para mesma porra de lugar!
Um dia, todos morreremos, então para que esperar?


blueye às 15:24
| Comenta
|

mais sobre mim...


ver perfil

seguir perfil

. 11 seguidores

pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

meus últimos posts

Sensações

Morte

arquivos

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

subscrever feeds